Noticias

Aos 34, Jadson vira insubstituível com Jair Ventura no Corinthians: "Sou um cara mais maduro"

Que Jadson é o jogador mais decisivo do Corinthians em 2018 já não é novidade. O meia é o artilheiro da equipe na temporada, com 13 gols, e líder de assistências, com 12. Mas com a chegada do técnico Jair Ventura ele passou a ser ainda mais importante. O camisa 10 tornou-se insubstituível.

Jadson permaneceu em campo os 90 minutos nos cinco jogos sob o comando de Jair, contra Palmeiras, Flamengo (duas vezes), Sport e Internacional. Aos 34 anos, sabe bem o que fazer para se manter no nível dos mais novos.

– Tenho quase 35 anos, mas estou me sentindo muito bem. Hoje, sou um cara mais maduro, me cuido bastante, tenho uma alimentação mais regrada e sei o que posso e o que não posso fazer – afirmou o meia.

– Dentro de campo, pela minha experiência, tento buscar o melhor caminho pra realizar as jogadas e, graças a Deus, as coisas têm dado certo. Espero seguir ajudando o Corinthians por muito tempo – completou Jadson, que antes desta sequência já havia disputado outros seis jogos completos neste ano.

O preparador físico do Corinthians, Anselmo Sbragia, atribui o bom rendimento de Jadson ao trabalho desenvolvido pela comissão técnica do clube:

– Você tem que saber obedecer as características físicas do atleta, não passar do limite nos treinamentos e monitorá-lo diariamente, respeitando sempre o que o atleta nos fala. Temos uma estrutura impressionante, tanto de qualidade de equipamentos como de pessoas. Todo esse complexo interdisciplinar facilita para o atleta conseguir manter um bom desempenho e longevidade na carreira. E também com a consciência profissional dele que auxilia bastante nesse processo. Antes dos cinco jogos que ele não saiu, ele atuou por 83 minutos, então são quase seis partidas completas em sequência – declarou Sbragia.

Jadson, porém, não tem presença confirmada na próxima partida do Timão. A equipe encara o América-MG, neste sábado, fora de casa, pela 27ª rodada do Brasileirão, e pode poupar alguns titulares. O camisa 10 será avaliado nesta sexta-feira para saber se viajará a Belo Horizonte.

– Estou muito motivado e com a mesma paixão de antes. Amo jogar futebol e me dedico 100% em cada treino e em cada jogo. Sei o que significa representar o Corinthians e tento fazer da melhor maneira possível. Claro que não é sempre que você entrará em campo e jogará bem, mas o que não pode faltar é dedicação e respeito por esse clube. E é o que tento fazer sempre – finalizou Jadson.



Rádio Luzes