Noticias

Caio Couto pede demissão do Jaguariúna às vésperas de jogo contra União Barbarense

O técnico Caio Couto optou pela saída do Jaguariúna na última quarta-feira (24), alegando estar insatisfeito com a falta de organização administrativa e sem ter condição de formar o time que preparou durante a pré-temporada.

"Depois de quase 2 meses preparando o time para o Campeonato Paulista fui informado que dificilmente teríamos nossos principais jogadores regularizados. Isso a praticamente uma semana da estreia. Atrasos na assinatura da documentação e clima pesado internamente pelas indefinições influenciaram dentro de campo, não tenho dúvidas", explicou Couto.

O treinador ainda tentou desenvolver o trabalho aguardando que mais atletas fossem regularizados nas rodadas seguintes, mas sem sucesso. Portanto, impossibilitado de escalar o time que idealizou e sem ver solução a curto prazo preferiu interromper a passagem pelo clube.

"Embora tivéssemos boa estrutura, sem um desempenho profissional de todos os setores do clube fora de campo, sem dúvida, prejudica o que planejamos dentro dele. Tentamos blindar o grupo ao máximo e só precisávamos de um respaldo da presidência e de quem comanda o futebol. Sem isso, difícil trabalhar. Com todos à disposição vencemos bons adversários durante a preparação, mas com uma série de problemas às vésperas da estreia e nas duas rodadas seguintes, infelizmente, não atingimos o rendimento esperado", desabafou o treinador.

Campeão por times como Santos, Fluminense/RJ e Botafogo/RJ, além de seleção brasileira, Caio Couto deseja boa sorte ao clube. "Lamento que tudo esteja terminando dessa maneira. É evidente que o clube tem um grande potencial, a cidade quer apoiar, mas é notório também que é preciso um esforço maior de quem está no Jaguariúna para que um projeto seja desenvolvido com êxito. Não basta apenas trazer bons profissionais. Agradeço a oportunidade e torço pelo crescimento do Jaguariúna", finalizou.

Fonte: Fellipe Camargo



Rádio Luzes