Noticias

França vence, elimina a seleção peruana e se classifica para as oitavas da Copa

RESUMÃO O JOGO VITÓRIA, VAGA E RECORDE O futebol ainda não foi de uma favorita ao título, mas a França está nas oitavas de final da Copa do Mundo. Bem no primeiro tempo e irregulares no segundo, os franceses eliminaram a seleção peruana com a vitória por 1 a 0, nesta quinta-feira, em Ecaterimburgo, pela segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo. A jovem estrela Mbappé marcou aos 33 da etapa inicial e garantiu a vaga. Os peruanos lutaram bastante para ao menos empatar e seguirem vivos, mas não conseguiram evitar a derrota. Discreto no ataque, Guerrero perdeu a bola para Pogba no início do lance do gol. Cueva e Trauco apareceram muito pouco.

COMO FICA Com seis pontos, a França joga por um empate contra a Dinamarca, terça, às 11h (de Brasília), em Moscou, para ficar com o primeiro lugar da chave. O adversário sairá do Grupo D (Argentina, Croácia, Islândia ou Nigéria). Dinamarqueses, com quatro, e australianos, com um, brigam pela segunda vaga. O Peru está com zero e se despede do torneio diante da Austrália, no mesmo dia e horário, em Sochi.

JOGA MUITO! Mbappé fez nesta quinta-feira seu primeiro gol em Copas do Mundo e passou a ser o jogador mais jovem da história da França a marcar na competição, superando Trezeguet. A maior revelação do futebol francês nos últimos anos está em seu primeiro Mundial aos 19 anos. Ele é também o francês mais jovem a marcar em uma Copa, o mais jovem a disputar o torneio pelo país e o mais novo do atual elenco.

PRIMEIRO TEMPO A escalação de Giroud como titular deu mais poder físico para a França brigar com a defesa peruana. Em 15 minutos, foram três ótimas chances, em chute de longe de Pogba, cabeceio de Varane e boa defesa de Gallesse em finalização de Griezmann. O Peru, aos poucos, saiu da defesa e equilibrou o jogo. Guerrero parou no goleiro Lloris depois de jogada de Cueva. Mas o centroavante do Flamengo foi decisivo do outro lado. Aos 33, ele perdeu a bola para Pogba, que tocou para Giroud bater com desvio. Mbappé só completou para o gol. O mesmo Mbappé logo em seguida quase fez o segundo de calcanhar, mas furou.

SEGUNDO TEMPO A seleção peruana voltou do intervalo com o veterano atacante Farfán na vaga do volante Yotún. E o time melhorou, com mais mobilidade e velocidade. Aquino, logo aos quatro minutos, acertou a trave em chute de fora da área. No embalo da torcida e com muita disposição, os peruanos passaram a controlar o jogo e forçaram a França a se fechar. Nenhuma grande chance, porém, foi criada. A partir dos 30 minutos, a França voltou a dominar e a administrar a vantagem. Dembélé ainda quase fez o segundo em chute à esquerda de Gallese. No fim, os peruanos deixaram o campo bastante emocionados com a eliminação ainda na primeira fase.

VAR: SEM POLÊMICA, MAS COM AJUDA Não houve nenhum lance polêmico, mas o VAR atuou na mudança de um cartão amarelo. O árbitro havia assinalado a advertência para Flores. Minutos depois, a geração de caracteres da televisão corrgiu e marcou para Aquino.

PERUANOS EM PESO Em grande número na Rússia depois de 36 anos longe das Copas, os torcedores peruanos foram maioria e deram um show nas arquibancadas em Ecaterimburgo, principalmente durante a execução do hino nacional. Os cerca de 20 mil peruanos presentes no estádio também empurraram a equipe durante a partida, mas não deu para evitar a derrota. No final do jogo, as câmeras de transmissão mostaram muitos deles chorando por conta da eliminação da equipe.



Rádio Luzes