Noticias

Governo de SP divulga obras em rodovias da região mantidas durante a pandemia

O Governo de São Paulo manteve o cronograma de obras de infraestrutura nas rodovias da região de Campinas mesmo diante de um cenário pandêmico. Os trabalhos realizados pela Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), por meio do DER - Departamento de Estradas de Rodagem e pelas concessionárias, sob fiscalização da ARTESP - Agência de Transporte do Estado de São Paulo, não foram paralisados sequer nos meses de quarentena mais intensa (março e abril).

Atualmente, na região de Campinas são 25 intervenções em andamento, totalizando 585 milhões de reais em investimentos com a modernização de 107 quilômetros de estradas. No Estado, são 132 obras com 1.500 quilômetros de vias em modernização que receberam investimentos de R$ 5,3 bilhões, geraram 13 mil empregos diretos e indiretos e beneficiarão 155 cidades com as futuras melhorias.

Duplicação de rodovias, faixas adicionais, marginais, novas pistas e recapeamentos de trechos existentes são alguns dos serviços que estão sendo realizados. As obras, além de beneficiar diretamente na mobilidade de quem viaja pelas rodovias que cortam os municípios da região de Campinas, contribui na geração de postos de trabalho. Somente para a região, foram mais de 1.800 novos empregos.

O secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, explica que manter obras de infraestrutura é fundamental para a retomada do crescimento econômico e o desenvolvimento regional. “Em todo o estado estamos atualmente com 132 obras em andamento, totalizando 1.500 quilômetros de rodovias. Em tempos de dificuldades, não podemos parar. Essas obras geram milhares de empregos. Além disso, o modal rodoviário é o principal meio de escoamento e abastecimento da população. O crescimento da infraestrutura paulista fortalece a retomada da economia do Estado e do País”.

“A região de Campinas possui um dos entroncamentos rodoviários mais importantes do Estado, além de ser um dos principais caminhos para o transporte de carga e passageiro, por isso, vale todo nosso esforço para que, com o resultado das obras, as viagens sejam ainda mais seguras e confortáveis”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da ARTESP. “Estamos alinhados com todas as concessionárias para que, apesar da pandemia, consigamos seguir com nossa programação, com todos os cuidados necessários para preservar a saúde dos profissionais que atuam nas frentes de trabalho.”

As informações são da Secretaria Estadual de Logística e Transportes do Estado de S. Paulo.



Rádio Luzes