Noticias

Homem que jogou bebê de apenas 17 dias por cima do muro é condenado

Diogo Aparecido Machado, de 26 anos, foi condenado ontem a 20 anos em regime fechado, a decisão foi tomada pelo Tribunal Do Júri da Comarca de Santa Bárbara d'Oeste. Diogo foi acusado de arremessar sua filha recém-nascida, de apenas 17 dias por cima do muro para o imóvel vizinho.

O Júri condenou o acusado por tentativa de homicídio triplamente qualificado por motivo fútil. O julgamento teve início às 13h e término às 19h. A defesa alegou que irá recorrer. A sentença foi proferida pela juíza Camila Marcela Ferrari Arcaro, que presidiu o julgamento.

O caso ocorreu em 13 de Maio de 2018. A vítima sofreu lesões graves e foi socorrida pelo vizinho. O crime aconteceu após uma discurssão familiar entre o condenado e a esposa, mãe da bebê, moradores no bairro São Joaquim.

A mãe da criança acompanhou o julgamento, pareceu tranquila e afirmou que a bebê está bem. Em um breve comentário, ela falou sobre o problema grave que Diogo tinha com bebidas e que não tem de perdoá-lo, que o perdão vem de Deus.

O pai do condenado, também falou que o filho foi batizado na Igreja evangélica, prometeu não mais beber, e que vai contnuar seguindo a vida dele, mas que primeiro vai pagar pelo ato que praticou.

Diogo está preso na Penitenciária de Tremembé, São Paulo.



Rádio Luzes