Noticias

Triunfo sobre o medo: lição de Mandela guia Tite (e a Seleção) em decisão na Copa

"A prendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas o que conquista esse medo''.

A frase é de Nelson Mandela, mas o pensamento faz parte da cartilha de Tite. E inspira tanto o técnico quanto a Seleção para o primeiro jogo decisivo na Copa do Mundo da Rússia. Nesta quarta, o Brasil enfrenta a Sérvia no estádio do Spartak, em Moscou, às 15h (de Brasília). Se a vitória pode garantir a primeira colocação do Grupo E, a derrota significa a inesperada eliminação na fase de grupos. Para chegar às oitavas de final, é preciso ter coragem e triunfar sobre o medo.

A TV Globo, o SporTV e o GloboEsporte.com transmitem o confronto decisivo ao vivo. O site acompanha em Tempo Real a partir das 13h (de Brasília).

Tite costuma citar o ex-presidente da África do Sul (1994 a 1999) em entrevistas. Em pelo menos duas delas, falou especificamente sobre o livro de memórias do líder africano, “O longo caminho para a liberdade”: no Jornal Nacional, logo após a convocação para a Copa, e em uma série de comerciais para um dos patrocinadores da Seleção.

  • Uma pitadinha de medo, de expectativa, faz parte para atingir a excelência. Quando o Mandela escreve no livro dele que, em todas as decisões que ele teve, o medo sempre esteve presente, olhei e pensei assim: "Poxa, sou um ser humano, dá pra compreender meu medo também" - disse recentemente.

Neymar também já usou o pensamento de Mandela em um post no Instagram em dezembro de 2013. O medo atual atende pelo nome de Sérvia. Depois do empate contra a Suíça na estreia e da vitória sofrida sobre a Costa Rica, o Brasil chega à terceira rodada com o futuro indefinido: pode passar como primeiro, segundo ou até ser eliminado na fase de grupos - o que não acontece desde 1966. Para isso, no entanto, precisa ser derrotado, o que só aconteceu uma vez em 23 jogos com Tite.

Na entrevista pré-jogo, o treinador falou sobre pressão e expectativa. Chegou a ser perguntado se a Sérvia podia ser um novo Tolima em sua carreira. Em 2011, o Corinthians de Tite se tornou o primeiro clube brasileiro a ser eliminado na pré-libertadores.

  • Pode. Todas as situações são possíveis e não as descarto. Assim como todo aprendizado que trouxe do passado também ajuda. Uma diferença: agora estou há dois anos no comando da equipe.

''Tranquilo eu não estou, a expectativa é muito alta. Temos um jogo decisivo, ele define a nossa continuidade na Copa e temos que trabalhar com essa pressão''.

Tite mantém a formação do último jogo

Em campo, o time será o mesmo que bateu a Costa Rica por 2 a 0. Sem poder contar com Douglas Costa, lesionado, o treinador decidiu manter a escalação com Willian na direita. E projeta uma evolução de Neymar, que enfim está sem dores no pé direito, operado em março.

  • Talvez mais um jogo e ele esteja em sua plenitude. Não é dada a ele responsabilidade excessiva em cima de sucesso e insucesso. Cada um de nós tem sua responsabilidade, o conjunto resolve.

Veja as informações da Seleção para a partida contra a Sérvia:

Local: estádio do Spartak, em Moscou Data e horário: quarta-feira, às 15h (de Brasília) Escalação do Brasil: Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite Possível escalação da Sérvia: Stojkovic; Rukavina, Ivanovic, Tosic e Kolarov; Matic, Milivojevic, Tadic, Milinkovic-Savic e Ljajic; Mitrovic. Técnico: Mladen Krstajic Pendurados: Casemiro, Coutinho e Neymar Desfalques: Danilo (lesão no quadril) e Douglas Costa (lesão muscular na coxa direita) Arbitragem: Alireza Faghani, auxiliado por Reza Sokhandan e Mohammed Mansouri (todos do Irã)



Rádio Luzes