Noticias

Vice vê altos salários como trunfo do Cruzeiro para manter craques e mira mais grana via Brasileiro

Alguns jogadores do elenco bicampeão da Copa do Brasil com o Cruzeiro vão, certamente, receber assédio do mercado na próxima janela de transferências internacionais. Mas o planejamento da diretoria celeste é manter a base do time para, em 2019, buscar o título da Libertadores. Um trunfo para conseguir a manutenção é a situação salarial dos principais jogadores do time no próprio Cruzeiro.

A folha salarial da Raposa é, de fato, muito alta. O valor mensal gasto com os jogadores supera os R$ 12 milhões. A estratégia de pagar bem aos atletas, além de facilitar contratações, dificulta saídas. Quem explica é o vice-presidente de futebol Itair Machado.

  • A gente sabe que segurar os atletas não é fácil. Mas a vantagem de ter salário alto é essa. Não é qualquer time que leva Arrascaeta, Thiago Neves, Dedé, esses jogadores que todo mundo fala que são os mais caros. No Cruzeiro, todo mundo recebe bem. A gente preza por isso para não descompassar o grupo. A gente acredita que a dificuldade que se tem do jogador sair é essa. Os jogadores são bem remunerados, recebem em dia. Para sair, só se for uma proposta boa para o Cruzeiro e para o atleta - disse em entrevista ao GloboEsporte.com.

O método de gestão da atual diretoria do Cruzeiro já ficou muito claro já no primeiro ano de gestão. Wagner Pires de Sá, Itair Machado e os demais mandatários seguem a linha "consumista". Gastam muito, mas, obviamente, também recebem muito nas conquistas - como a milionária Copa do Brasil que o time venceu nessa quarta-feira. A tendência é que o perfil se mantenha para a próxima temporada. O cruzeirense pode esperar um time agressivo no mercado e que não vai medir esforços para manter o time muito competitivo.

  • Você ganha título não só com jogador em campo. É a força do grupo. O que o Cruzeiro tem que fazer não é mandar jogador embora porque o salário é caro, porque não é titular. É arrumar dinheiro.

"Está provado aí: dinheiro traz dinheiro" - Itair Machado,

Cumprir tabela no Brasileiro? Nada disso!

Com o hexa da Copa do Brasil, o Cruzeiro está garantido na próxima edição da Libertadores. No Brasileirão, o time de Mano Menezes não tem chance de título. Isso significa que o Cruzeiro vai só "cumprir tabela" na Série A? Nada disso. E a explicação também tem a ver com o planejamento financeiro do Cruzeiro. Com a palavra, Itair.

  • A intenção nossa é subir na tabela do Brasileiro. Quase ninguém divulga, mas tem uma parte do dinheiro que é dividida por colocação. O Cruzeiro precisa, sim (do dinheiro). Vamos pegar forte, convidar toda a torcida para comparecer no Independência (neste domingo, contra a Chapecoense), para a gente ganhar mais três pontos no Brasileiro. Temos certeza que, com a força da torcida, vamos trazer contratações para lutar pela Libertadores ano que vem.

A sequência do Cruzeiro até o fim do Brasileirão tem Chapecoense (casa), Paraná (casa), América-MG (fora), Atlético-PR (fora), Corinthians (casa), São Paulo (fora), Vitória (casa), Flamengo (casa) e Bahia (fora).



Rádio Luzes