IPVA 2023 de SP começa a ser pago amanhã; veja calendário

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

PUBLICIDADE

Governo oferece desconto de 3% para quem pagar à vista, em parcela única. Há opção de dividir o pagamento em 5 prestações

A primeira parcela do IPVA 2023 de São Paulo vence a partir desta quarta-feira (11) para os veículos com placa final 1. O calendário, que você verá completo abaixo, prevê o parcelamento em cinco parcelas – de janeiro a maio, mas o dono de veículo pode pagar a parcela única do Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores com desconto de 3% neste mês.

O valor do IPVA 2023 em São Paulo está disponível para consulta no site da Secretaria da Fazenda e Planejament (Sefaz-SP) e na rede bancária, terminais de autoatendimento ou pelo internet banking.

Para consultar o valor que vai pagar de IPVAbasta acessar este link e clicar em Consulta de Débitos. Na próxima página que abrir, basta colocar o Renavam do veículo (que consta no documento do mesmo) e a placa.

Na mesma página vão ser exibidos o valor do IPVA, o valor venal do veículo, a alíquota de imposto aplicada e todos os demais débitos, como valor da taxa de licenciamento, multas e eventuais impostos não pagos em anos anteriores e outras dívidas que o veículo tenha.

As datas de vencimento do IPVA 2023 em SP variam de acordo com o número final da placa do carro. Conforme as tabelas abaixo:

Desconto menor
O desconto para o proprietário que pagar à vista em janeiro é de 3%. Bem menor que os 9% oferecidos no ano passado, quando o preço dos automóveis disparou em 2021 e fez com que o imposto subisse em média 22% no Estado.

Quem precisar ou quiser pagar a prazo, pode parcelar o valor em até 5 vezes, mas sem desconto nenhum. As datas de vencimento para quitar o imposto variam de acordo com o último número da placa do veículo, com início em 11 de janeiro para as que terminam em 1. No caso de caminhões e tratores, o pagamento parcelado tem dias fixos, sempre o dia 20 de cada mês.

Há três maneiras de realizar o pagamento. Mas apenas uma delas permite o desconto:

Pagar valor em cota única com desconto de 3% em janeiro;
Pagar valor integral (sem desconto) em cota única em fevereiro;
Pagar valor integral (sem desconto) parcelado em até 5 vezes.
Para o parcelamento existe um valor mínimo das prestações, que é de R$ 68,52. Por isso, somente quem tem IPVA acima de R$ 342 consegue dividir o valor em 5 parcelas de janeiro a maio. Os proprietários com tributo entre os valores de R$ 205,56 e R$ 274,07 podem parcelar em 3 vezes, de janeiro a março.

Para os que devem de R$ 274,08 e R$ 342,50, há possibilidade de pagamento em até 4 parcelas que vão de janeiro a abril.

Como pagar o IPVA?
Para pagar o tributo, basta ir até uma agência bancária, um terminal de autoatendimento ou acessar o internet banking. Também é possível fazer o pagamento em casas lotéricas ou em sites de empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda. Nessas empresas, é possível pagar o IPVA com cartão de crédito, mas elas cobram juros para parcelar com cartão.

E se eu deixar de pagar?

A multa para quem não paga o IPVA no prazo é 0,33% por dia de atraso e mais os juros de mora, com base na Selic, a taxa básica de juros da economia. Depois de 60 dias, o percentual da multa é fixado em 20% sobre o valor do tributo.

Além da multa e dos juros, o contribuinte que deixa de pagar fica impedido de aproveitar os créditos da Nota Fiscal Paulista. A inadimplência do IPVA impede o licenciamento do veículo, por isso o bem pode ser apreendido, com multa aplicada pela autoridade de trânsito e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Fonte: globo.com

Foto: Reprodução

Acesse Também