Segue a reforma do Teatro Municipal de Santa Bárbara “Manoel Lyra”

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn
Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

Segue a reforma do Teatro Municipal “Manoel Lyra”. Com investimento de mais de R$ 2,2 milhões são executados serviços de troca do telhado, remodelação de toda a fachada, reforma dos sanitários públicos localizados no hall de entrada, reforma do café, ampliação e reforma de todo o hall de entrada, com novo piso, iluminação e decoração, troca de todo o piso externo, inclusive do passeio público e novo paisagismo, além da reforma de todo o pavimento superior, onde encontra-se instalada a Secretaria de Cultura e Turismo e pintura do prédio.

Anteriormente, em 2021, a Prefeitura executou a reforma interna da sala de espetáculos, que ganhou modelo de poltrona mais confortável, com assento mais alto e um encosto fixo, como nova cor, preta; além de atender um Plano de Acessibilidade, oferecendo poltronas para obesos, bem como para pessoas com mobilidade reduzida e espaços para cadeirantes com acompanhantes. Foram instaladas 584 novas poltronas na ocasião. O piso do palco do Teatro também foi substituído por assoalho com sistema de amortecimento que oportuniza uma melhor experiência aos artistas, especialmente da dança. Além das substituições das poltronas e carpete, o local recebeu a substituição de parte do forro lambril e é preparada a higienização completa das paredes internas.

O Teatro

Inaugurado em 26 de junho de 1995, o Teatro Municipal “Manoel Lyra” foi um espaço criado para resgatar a emoção, o interesse e o desenvolvimento cultural de Santa Bárbara d’Oeste. Hoje é um ícone da cultura e um patrimônio da história barbarense e recebe o nome de um pioneiro do teatro no interior paulista: Manoel Lyra, artista barbarense que dedicou sua vida à arte dramática de forma apaixonada e incansável.

O Teatro Municipal “Manoel Lyra” é palco de diversas manifestações culturais: teatro, dança, shows musicais, palestras, workshops, orquestras, entre outros. Por ano, mais de 45 mil pessoas prestigiam apresentações na sala de espetáculos barbarense.

O local tem capacidade para 596 pessoas, sendo 584 poltronas, seis poltronas para obesos e seis lugares para cadeirantes, contando com 4 camarins (2 superiores e 2 inferiores), palco italiano com 12 metros de boca e 9 metros de profundidade, além de uma excelente acústica.

Quem foi Manoel Lyra?

O Teatro Municipal recebe o nome de um pioneiro das artes da cena no interior paulista: Manoel Lyra, artista barbarense que dedicou sua vida à arte dramática de forma apaixonada e incansável e foi um dos grandes batalhadores pelo teatro amador da cidade nas décadas de 50 e 60, quando existiam os grêmios dramáticos.

Nenê Lyra, como era chamado pelos amigos, foi operador da máquina de projeção do antigo Cine Santa Bárbara e depois do Cine Santa Rosa. Fundou os Grêmios Dramáticos “Os Filhos do Progresso”, “União Operária” e “Santa Bárbara” – esse último junto sua esposa Benedicta Amaral. Destacado como símbolo da arte teatral da cidade, Manoel Lyra morreu em 18 de janeiro de 1973.

Fonte: Prefeitura de Santa Bárbara

Acesse Também