Velório do Rei Pelé reúne autoridades, emociona fãs e torcedores e resgata memórias do ídolo

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

PUBLICIDADE

O presidente Lula é esperado no velório na manhã desta terça-feira, 3, pouco antes do cortejo até o local onde o ídolo será sepultado

O velório do Rei Pelé reúne nesta segunda-feira, 2, autoridades dos mais diversos segmentos, emociona fãs e torcedores de todas as idades e regiões do País e resgata memórias dos tempos de jogador do ídolo. A cerimônia deve seguir até as 10h da terça-feira, 3, quando o corpo do Rei será levado, em cortejo, para um sepultamento reservado aos familiares.

Pelé estava desde o fim de novembro no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele foi internado por conta de uma infecção respiratória após contrair covid-19 e, também, para a reavaliação do tratamento de um câncer no cólon. Ele não resistiu e faleceu aos 82 anos na última sexta.

O corpo do Rei chegou a Santos, no litoral paulista, na madrugada desta segunda-feira e foi recebido com queima de fogos e buzinaço dos torcedores que já faziam fila em frente ao estádio Vila Belmiro, onde o velório foi aberto ao público às 10h.

Mesmo sob calor de 30ºC, fluxo de pessoas na Vila Belmiro é grande para despedida a Pelé.

Desde então, além de uma multidão emocionada de fãs e torcedores, até mesmo de outros times, muitas autoridades e ex-companheiros de time de Pelé compareceram para as últimas homenagens ao Rei. Dentre os ex-Santos que marcaram presença, estão Clodoaldo, Manoel Maria, Abel, Lima, Serginho Chulapa, Elano, Lalá, Aguinaldo e Zé Roberto, que carregou o caixão pelo campo.

Autoridades políticas e públicas do Brasil e do mundo também estiveram no velório, reverenciando o ídolo que quebrou barreiras com sua carreira impecável. São alguns deles: o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes; o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos); o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB); o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan; o embaixador da Nigéria, Muhammad Makarfi Ahmad e o Cônsul da Costa do Marfim, Tibe bi Gole Blaise.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também é esperado no velório na manhã desta terça, pouco antes do cortejo até o local onde o ídolo será sepultado.

Já na área desportiva, marcaram presença: o presidente da Fifa, Gianni Infantino; o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues; o presidente da Federação Paulista, Carneiro Bastos; Paulo Wanderley Teixeira, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB); o jornalista Milton Neves; o técnico do Santos Odair Hellmann; o coordenador de futebol do Santos e ex-Seleção Brasileira, Falcão, e Emilio Butragueño, vice-presidente do Real Madrid.

No começo da noite desta segunda, alguns dos atuais jogadores do Santos Futebol Clube estiveram no local. Foram vistos o zagueiro Messias, Ângelo Gabriel, Soteldo, Weslley Patati e Marcos Leonardo.

Fonte: Terra.com.br

Foto: Edivaldo Silva/ radio luzes

Acesse Também